log in

destino

Isla Guadalupe

A Ilha de Guadalupe é uma ilha vulcânica de 253,8 km² localizada a 241 km da costa da península de Baja California, no oceano Pacífico, costa oeste do México. Possui uma grande incidência de tubarões-brancos nas suas águas. Guadalupe tem uma paisagem acidentada. É constituída por dois antigos vulcões sobrepostos, sendo o vulcão do norte maior e mais jovem. A ilha mede 35 quilômetros (22 milhas) ao norte-sul e até 9,5 km (5,9 milhas) a leste-oeste, com uma área total de 243,988 km2 (94,204 sq mi). Possui uma cadeia de altas montanhas vulcânicas, que atingem uma altura de 1.298 metros (4.259 pés) em sua extremidade norte (Monte Augusta). Sua contraparte menor no extremo sul aos 975 metros (3.199 pés), o El Picacho. A parte sul da ilha é estéril, mas existem vales férteis e árvores na parte norte. A ilha tinha é uma área de conservação da natureza desde 16 de agosto de 1928, tornando-se uma das reservas mais antigas no México. Erradicação das cabras foi por muito tempo prevista, mas as dificuldades logísticas, como o tamanho da ilha e da falta de pontos adequados para pouso e caçadores acampados e materiais impediram isso. Em Junho de 2005, depois de muitos anos de falsos começos, o governo mexicano completou a evacuação da população de cabras restantes, e Guadalupe foi designada uma reserva da biosfera. Muitas espécies insulares ou marítimas que residem em Guadalupe são também frequentes nas Ilhas do Canal, e vice-versa. Em contraste com a extinção desenfreada da vida terrestre, Guadalupe era o último refúgio para o elefante marinho do norte (Mirounga angustirostris) e para as focas de Guadalupe (Arctocephalus townsendi) na década de 1890. A ilha tem sido um santuário para este animais desde 1975. Guadalupe também é considerado um dos melhores pontos do mundo para avistamentos do grande tubarão branco, possivelmente por causa de sua grande população de mamíferos marinhos.